Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Projeto de recuperação de patrimônio do IFTO é contemplado com verba federal

Notícias

Projeto de recuperação de patrimônio do IFTO é contemplado com verba federal

Dianópolis

Objetivo é preservar a memória local e preservação da história
por Filipe Borges publicado: 16/08/2019 09h00 última modificação: 16/08/2019 09h42

O Instituto Federal do Tocantins (IFTO) foi contemplado, essa semana, com recebimento de recurso federal para a obra de recuperação de parte do patrimônio edificado da unidade de Dianópolis, onde antigamente funcionava o Instituto de Menores. O projeto trata da reforma de uma das residências do antigo Instituto para transformá-la em um memorial com o objetivo de preservar a memória local e incentivar a preservação da história e a inserção social.

O Instituto de Menores funcionava em regime de semi-internato e por isso foram construídas aproximadamente dezoito casas para os internos morarem. Esse convívio em período integral estreitava laços e gerava amizades entre os internos e suas famílias. Hoje, passados mais de 5 anos de funcionamento do IFTO, a ligação dos moradores da região com o extinto Instituto ainda é muito forte. Jovens e adolescentes recebem, atualmente, educação técnica e superior de qualidade aonde, anos atrás, seus pais e familiares moravam.

Para que a história não se perca, a Comissão Permanente de Patrimônio Histórico, Cultural e Natural, presidida pelo professor Antônio Guanacuy e composta por mais de 10 membros, apresentou um projeto de recuperação de uma dessas casas. A ideia é transformar a edificação reformada em um memorial com exposição de documentos, fotos, objetos e demais itens que retratem a história do Instituto desde a sua fundação até os dias de hoje. Além de beneficiar os mais de 800 estudantes com aulas de ‘história viva’, o memorial será aberto ao público para visitas e registros e aproximará - ainda mais - a comunidade do campus.

Promovido pela Justiça Federal de 1º Grau no Tocantis – Subseção Judiciária de Gurupi, o edital visa contemplar entidades públicas e privadas com finalidade social e sem fins lucrativos com valores recebidos a título de prestação pecuniária. O projeto em questão receberá aproximadamente R$20 mil e as obras estão previstas para serem concluídas em até 120 dias.