Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Sistema de eleições virtuais é implantado no IFTO

Notícias

Sistema de eleições virtuais é implantado no IFTO

DTI

Inovação como esta é articulada pelo Comitê Gestor de Tecnologia da Informação
por Mayana Matos publicado: 13/04/2021 09h40 última modificação: 15/04/2021 15h31

Dentre muitas inovações e avanços realizados nos diversos serviços ofertados pelo Instituto Federal do Tocantins (IFTO) está o sistema de eleições on-line, conhecido como Helios Voting. O sistema foi utilizado pela primeira vez nas eleições, do ano passado, para diretor-geral da unidade de Colinas do Tocantins e, recentemente, para as eleições do Grêmio Estudantil da unidade de Palmas e do Diretório Central dos Estudantes do IFTO (DCE).

Para o uso no processo eleitoral do Grêmio Estudantil e DCE, a Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI), em parceria com a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proae), realizou reuniões com os estudantes e ofereceu capacitações para a comissão responsável pelas eleições. As comissões foram responsáveis por organizar a votação através do sistema, e o resultado foi um processo de votação ágil, econômico e seguro, sendo utilizado o e-mail institucional dos estudantes como ferramenta no processo de votação. 

Vale reforçar que o sistema Helios Voting pode ser utilizado para qualquer tipo de eleição no âmbito do IFTO, sendo necessário apenas a solicitação de criação de eleição. A participação da DTI se limita apenas ao  treinamento oferecido aos responsáveis pela condução do processo eleitoral. O sistema está disponível neste endereço eletrônico: Sistema de votação eletrônica

Comitê Gestor de Tecnologia da Informação 

O Comitê Gestor de Tecnologia da Informação (CGTI) tem a responsabilidade de coordenar, articular e priorizar as ações e investimentos em Tecnologia da Informação, pela avaliação do Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI), planos e normativas na área. As atividades desenvolvidas têm como alvo a melhoria na prestação de serviços de TI bem como da governança de TI do IFTO.  

Muitas ações estão sendo executadas a partir do trabalho do Comitê. Entre as ações, estão: Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação; Plano Diretor de Tecnologia da Informação; Política de Segurança da Informação; Política de Governança de TI; Plano de Gestão de Riscos de TI; Plano de Continuidade de Negócios; Plano de Transformação Digital; Plano de Dados Abertos; Modelo de Gestão de Contratações de TI; Catálogo de Serviços de TI; Processo de Gerenciamento de Nível de Serviço de TI; Processo de Gerenciamento de Catálogo de Serviços de TI; Processo de Gestão de Problemas; Processo de Gestão de Projetos; Processo de Gestão de Configuração e Ativos de Serviços; Processo de Gestão de Incidentes e Processo de Gestão de Mudanças. Documentos importantes que vão otimizar a maturidade de governança e gestão de TI do IFTO. 

Ao longo de dois anos, o CGTI alcançou estes resultados graças a um esforço integrado e articulado com grupos de trabalho formados pelas equipes de Tecnologia da Informação de todas as unidades do IFTO e pela Diretoria de Tecnologia da Informação. Segundo Paula Karini, presidente do CGTI, "é gratificante ver um resultado tão expressivo alcançado em um curto espaço de tempo. Foi graças a um trabalho de equipe que reuniu profissionais de TI muito bem preparados e de todas as unidades do IFTO que hoje temos  documentação de governança de TI robusta e completa", disse. 

Todos estes documentos elaborados estão disponíveis para a comunidade no Portal do IFTO, e são essenciais para o aperfeiçoamento dos processos de gestão, contratação e de tomada de decisão referentes à governança, infraestrutura, arquitetura, segurança, desenvolvimento de software e planejamento de TI no âmbito do Instituto. O CGTI é composto por gestores da Reitoria e representantes do Colégio de Dirigentes (Codir), conforme a Portaria  nº 242/2019/REI/IFTO, de 28 de fevereiro de 2019.