Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Unidade comemora ampliação de espaços para aulas práticas

Notícias

Unidade comemora ampliação de espaços para aulas práticas

Campus Avançado Formoso do Araguaia

Professores e alunos demonstram satisfação com a conquista
por Mayana Matos publicado: 07/03/2017 12h00 última modificação: 07/03/2017 12h23

O Campus Avançado Formoso do Araguaia, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), recebeu a cessão de novas áreas para a construção de laboratórios de aulas práticas. O novo espaço foi cedido pela Prefeitura de Formoso do Araguaia, através da Fundação Educacional, Ambiental e Cultural (Funcef), que atualmente cede as atuais instalações da unidade.

Segundo o diretor do campus, Dêmis Carlos, o aditivo na parceria inclui áreas suficientes para a construção de novas unidades didáticas de aprendizagem prática. “Buscamos melhores condições para que professores e estudantes aprimorem os conteúdos estudados nos componentes curriculares, principalmente do curso técnico em Agricultura. Mas, também almejamos ampliar projetos de extensão e de pesquisa nas áreas de agroecologia, informática com a agricultura de precisão”, declarou.

A presidente da Fundação, Maristela Gama, falou da parceria e das novas cessões ao IFTO. “É uma instituição democrática e aberta para nossos projetos, que permite nossos colaboradores e alunos fazerem uso de seus espaços. É uma parceria em que todos saem ganhando”, afirmou.

Comunidade comemora

O coordenador do curso técnico em Agricultura, Manoel Delintro, falou com satisfação sobre a ampliação do espaço. “Mantemos pesquisa nas áreas e o estabelecimento de um Campo Agrostológico com as principais gramíneas utilizadas na região”, ressaltou.

Quem já adiantou as atividades para a utilização das novas áreas foi o professor Douglas Daronch. “Já iniciamos a construção de novas unidades didático-demonstrativas de soja, milho, arroz, feijão e sorgo”, disse.

A coordenadora Joedna Silva, do Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA), esclarece que os parceiros do núcleo já iniciaram a ampliação das atividades da unidade. "Conseguimos mais áreas para a implantação de novas culturas, seguindo a Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica, prevista no Decreto Decreto nº 7.794/2012”, comemorou.

Outro profissional que está motivado com a conquista das novas áreas é o professor Rodrigo José. “Já aproveitamos para intensificar as aulas práticas de componentes curriculares, como, por exemplo, olericultura, área da horticultura que abrange a exploração de hortaliças e que engloba culturas folhosas, raízes, bulbos, tubérculos, etc.”, explicou.

A estudante do curso técnico em Agricultura, Tainah Maciel, falou da experiência de aprendizado em aulas práticas e da expectativa para as novas atividades. “Eu aprendi muito mais na prática sobre a sequência da adubação, os detalhes das sementes. A oportunidade de aprender trabalhando, mexendo na terra, me envolve de verdade com o que estou estudando e sei que serei uma ótima técnica de agricultura”, enfatizou.