Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Professor do IFTO será homenageado em premiação nacional das melhores teses de doutorado

Notícias

Professor do IFTO será homenageado em premiação nacional das melhores teses de doutorado

Araguatins

Menção honrosa será recebida no dia 14 de dezembro, em Brasília (DF).
publicado: 13/10/2016 00h00 última modificação: 27/10/2016 13h51
Arquivo Institucional Professor Alcione Talaska durante aula no Campus Araguatins do Instituto Federal do Tocantins

Professor Alcione Talaska durante aula no Campus Araguatins do Instituto Federal do Tocantins

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou na segunda-feira, 10, o resultado do Prêmio Capes de Tese 2016, entre os destaques encontra-se o professor do Campus Araguatins, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), Alcione Talaska, na área de Planejamento Urbano e Regional/ Demografia, com a tese titulada: “O Espaço Agrário Brasileiro na Perspectiva Conceitual: dos aspectos legais às implicações territoriais”. O professor receberá uma menção honrosa pelo seu trabalho na sede da Capes, em Brasília, no dia 14 de dezembro de 2016. O resultado está disponível no Diário Oficial da União (DOU). O recebimento da menção honrosa, significa que o trabalho do professor ficou entre os três melhores do cenário nacional em sua área.

A tese do professor Talaska traz uma análise sobre o espaço agrário brasileiro na perspectiva conceitual, abordando tanto os aspectos legais como as suas implicações territoriais decorrentes. Ou seja, além de realizar um resgate sobre a conformação da realidade agrária brasileira, desde o período colonial até os dias atuais, é analisado o processo de construção, modificação e substituição de conceitos ou tipologias, expressas na legislação brasileira, que orientam os institutos e os órgãos oficiais brasileiros na caracterização das propriedades rurais e, consequentemente, na composição das estatísticas cadastrais que informam sobre a estrutura agrária e fundiária do país.

Vale destacar que o referido o trabalho do professor resultou em um livro, que foi lançado no mês de setembro no formato virtual (e-book) com acesso gratuito.

“A participação no Concurso de Teses da Capes, poderia, inicialmente, se revelar não muito promissora, pois estava em uma Universidade interiorana do Brasil e meu tema de pesquisa não era o que mais chamaria atenção, principalmente daqueles que compreendem que o espaço urbano é o que deve ser o foco principal de análises. Então, posso dizer que fiz minha corrida por fora. Logicamente, sempre tive a expectativa de concorrer ao Prêmio Capes de Teses, isso desde a primeira linha escrita no projeto de pesquisa. Assim, com perseverança, fui selecionado para concorrer com pesquisadores dos grandes centros de pesquisa do país e tive a grata satisfação de receber a menção honrosa. Isso reforça, também, o entendimento de que o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), além de ser o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento pioneiro no Brasil, é um Programa de excelência na sua área”, declarou o professor Talaska.

De acordou com o professor a participação no concurso decorreu, essencialmente, da orientação que a professora Dra. Virginia Elisabeta Etges que lhe proporcionou e também de toda a parceria em debates e estudos com colegas e professores no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da UNISC. Para ele, a menção honrosa serve como motivação para seguir empenhado em contribuir para o desenvolvimento científico do país, mesmo nesse cenário nebuloso que o país vivencia.

De acordo com o diretor-geral do Campus Araguatins, Décio Dias dos Reis, é uma satisfação que um docente do quadro efeito do campus, participe e seja destaque em um concurso nacional promovido por uma instituição tão importante como a Capes.

Prêmio Capes de Tese 2016

Criado em 2005, o Prêmio Capes de Tese é constituído pelo Prêmio Capes de Tese e o Grande Prêmio Capes de Tese e é outorgado anualmente em reconhecimento às melhores teses de doutorado aprovadas nos cursos de pós-graduação adimplentes e reconhecidos no Sistema Nacional de Pós-Graduação em cada uma das 48 áreas do conhecimento. Duas teses em cada uma das áreas também serão agraciadas com Menção Honrosa. Serão concedidos prêmios especiais para áreas pré-determinadas em parceria com a Fundação Carlos Chagas.