Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFTO lança edital de chamamento público para o Programa de Residência Profissional Agrícola

Notícias

IFTO lança edital de chamamento público para o Programa de Residência Profissional Agrícola

Ensino

Submissões devem ser feitas até o dia 13 de agosto
por Maiara Sobral publicado: 31/07/2020 12h02 última modificação: 31/07/2020 12h04

O Instituto Federal do Tocantins (IFTO) lança a Chamada Pública nº 2/2020, com o objetivo de receber projetos para submissão ao Programa de Residência Profissional Agrícola, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). No âmbito do IFTO, a ação é coordenada pela Pró-reitoria de Ensino (Proen).

O chamamento do MAPA vai selecionar propostas de projetos de Residência Profissional Agrícola de instituições de ensino públicas federais que visem atender estudantes e recém-egressos de cursos de Ciências Agrárias e afins, de nível médio e superior.

Sendo assim, essa chamada pública é direcionada a professores membros do Núcleo Docente Articulado (NDA) de Recursos Naturais, em efetivo exercício das unidades de ensino do IFTO, que não estejam em gozo de licenças ou afastamentos, e que tenham interesse em apresentar propostas de projetos.

Segundo o edital, está previsto custeio de bolsa para residentes de cursos técnicos de nível médio, no valor de R$ 900, e de nível superior, no valor R$ 1.200; e para professor orientador no valor de R$ 200 por orientado. Vale lembrar que cada professor deverá orientar no mínimo cinco e no máximo dez residentes.

A submissão das propostas deve ser feita até o dia 13 de agosto, via Sistema Eletrônico de Informações (SEI), com despacho do gestor máximo da unidade à PROEN/REI/IFTO. Em caso de dúvidas ou informações, o interessado pode enviar e-mail para proen@ifto.edu.br.

Residência Profissional Agrícola

O Programa de Residência Profissional Agrícola é uma política pública destinada à qualificação de jovens entre 15 e 29 anos de idade estudantes de nível médio ou superior e recém-egressos de cursos de Ciências Agrárias e afins, no caso do IFTO, o eixo tecnológico Recursos Naturais. Ela é caracterizada pela inserção desses residentes no ambiente real de trabalho, por meio de treinamento prático, orientado e supervisionado, propiciando o desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias ao exercício profissional.