Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFTO doa máscaras de proteção e suportes de maçaneta em Araguaína

Notícias

IFTO doa máscaras de proteção e suportes de maçaneta em Araguaína

Enfrentamento ao coronavírus

Projetos são financiados pelo edital de combate à pandemia da Covid-19
por Maiara Sobral publicado: 12/05/2020 15h20 última modificação: 13/05/2020 11h46
Exibir carrossel de imagens Pra cego ver: Quatro pessoas posando, dois professores do IFTO e dois servidores do hospital. Cada um segurando uma máscara de proteção no estilo face shield. Entrega no Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Araguaína.

Pra cego ver: Quatro pessoas posando, dois professores do IFTO e dois servidores do hospital. Cada um segurando uma máscara de proteção no estilo face shield. Entrega no Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Araguaína.

O Instituto Federal do Tocantins (IFTO) doa nesta quarta-feira, 13, os primeiros produtos dos projetos financiados pelo edital de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A entrega das 50 máscaras de proteção e dos 20 suportes de maçanetas será feita à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e ao Hospital de Doenças Tropicais (HDT), localizados em Araguaína. As produções continuam até a finalização do objetivo que são 300 máscaras e 50 suportes, todos para atendimento à comunidade araguainense. 

Os dois projetos são desenvolvidos na unidade de Araguaína e utilizam a tecnologia de impressão 3D. Sob a coordenação do professor Jonierson da Cruz, o projeto das máscaras de proteção no estilo face shield tem como um dos objetivos o aumento a proteção dos profissionais da saúde que estão trabalhando na linha de frente no combate à Covid-19. Por sua vez, o projeto coordenado pela professora Katiane Braga, com a fabricação dos suportes de maçaneta busca a redução do contato das mãos com as superfícies das portas, reduzindo as chances de contágio. 

Com o avanço da pandemia no Brasil, o IFTO propôs Edital para fomento a projetos que enfrentem essa situação de emergência na saúde pública, a submissão ocorre em fluxo contínuo. Até o momento oito projetos foram aprovados, sendo que o número total de vagas é 20.  

"A ciência e a tecnologia são fundamentais para contribuir com soluções ao enfrentamento deste cenário de pandemia. Esta ação reflete com muito orgulho uma das muitas iniciativas que expressam o compromisso do IFTO com a sociedade tocantinense", destaca Paula Karini Amorim, pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação.