Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFTO celebra o Dia Internacional da Mulher em diversas unidades

Notícias

IFTO celebra o Dia Internacional da Mulher em diversas unidades

8 de março!

Programação diversificada reúne servidoras, estudantes e colaboradoras
por Mayana Matos publicado: 06/03/2020 10h00 última modificação: 13/03/2020 11h57

O Dia Internacional da Mulher se aproxima, celebrado no próximo domingo, 8, e o Instituto Federal do Tocantins (IFTO), em suas diversas unidades, preparou diferentes atividades comemorativas.

Em Araguatins, nesta sexta-feira, 6, a programação iniciou, às 8h, com palestra motivacional a ser ministrada pela psicóloga Maria Adenilda da Silva. Na ocasião, será servido um coffee break e entrega de mudas ornamentais de pimenta biquinho produzidas na própria unidade. Um stand de maquiagem da Mary-Key estará disponível e haverá sorteio de brindes.

Na unidade de Lagoa da Confusão será realizado, pela comissão local do Programa Qualidade de Vida (PQV), o "Chá das Mulheres", nesta sexta, 6, às 15h30. O evento contará com a distribuição de lembranças para as mulheres servidoras, colaboradoras e estagiárias do Espaço Kids. 

Comemoração em Lagoa da Confusão

Em Paraíso do Tocantins, as mulheres da unidade vão participar na próxima segunda-feira, 9, de sorteios de prêmios na área de estética, como sessões de maquiagem, designer de sobrancelhas, manicure e pedicure, cabelo, e outros. Ao longo do dia, também receberão homenagens nas mídias sociais feitas por colegas da unidade. Às 15h, será servido um coffee break.

Na unidade de Dianópolis, a Comissão de Direitos e Valorização das Mulheres iniciou, no dia 2 de março, ações em comemoração ao Dia da Mulher.  Estudantes e servidoras foram convidadas a tirarem fotos com vestimentas e em ambientes característicos dos cursos que estudam, das suas áreas de formação e de atuação. O intuito da ação é incentivar, integrar e empoderar ainda mais as estudantes e as servidoras nos cursos ofertados atualmente na unidade (cursos Técnicos em Informática e em Agropecuária, Licenciatura em Computação e Engenharia Agronômica) e na Instituiçãodemonstrando que elas podem  e devem atuar nesses espaços que até pouco tempo eram considerados ambientes exclusivamente ou predominantemente masculinos.

Estudantes de Dianópolis

No dia 10 de março, a unidade também realizará o evento "O que é ser Mulher?", às 16h e às 19h30. Serão abordadas temáticas sobre direitos e respeito às mulheres, bem como terão apresentações artísticas e culturais, e roda de conversa com a Liga de Direitos Humanos da Unitins. A programação conta ainda com recital de poesias e relatos de vida que enaltecem o que é ser mulher. Na ocasião, as participantes vão contar com assistência jurídica, psicológica e social. Todas as ações serão lideradas por mulheres.

Em Palmas, a comissão local do Programa Qualidade de Vida (PQV) convidou as servidoras a participarem de uma corrida e caminhada só para mulheres, organizadas pelo Clube "Divas que Correm". A corrida/caminhada não terá caráter competitivo, com a distância de aproximadamente 5km e terá a duração máxima de 1h30. A atividade ocorrerá no domingo, 8, na Praia da Graciosa, às 16h. Além da corrida e caminhada, serão promovidas aulas de yoga, pilates, defesa pessoal, recovery. Terá mesa de frutas, hidratação com a Quavi, atendimento do PQV da unidade e sorteio de brindes. O evento terá caráter social com inscrição de um kit de higiene pessoal, que será doado pela equipe organizadora a uma instituição, comunidade ou casa de apoio a definir.

Em Pedro Afonso, será realizado um evento nesta sexta-feira, 6, a partir das 14h. A programação inclui homenagens, tutoriais de cabelo e maquiagem, aula de exercício funcional, aula de dança de salão e sorteio de vários brindes (sessão de massagem, um mês de musculação em academia, cosméticos). Também será realizada a palestra sobre transição capilar.

Dia da Mulher em Pedro Afosno

Comemorações em Pedro Afonso

A comemoração na unidade de Gurupi iniciou nesta sexta-feira, 6, às 9h45 com música, entrega de brindes, exibição de documentário e coffee break para servidoras e colaboradoras. As atividades foram realizadas no laboratório de Encenação.

Comemoração em Gurupi

Em Araguaína, no período matutino, o Grêmio Estudantil da unidade fará um momento com declamação de poesias, apresentação de dança e "troca de cartões com mensagens". No turno vespertino, às 17h, será realizado um Aulão de Ritmos - dança voltada para todas as mulheres da unidade (servidoras, colaboradoras e estudantes), ocasião em que haverá uma mesa de frutas, sucos e ainda sorteio de alguns brindes.

Em Colinas, as servidoras e colaboradoras são convidadas para um café da manhã, às 8h30, na próxima segunda-feira, 9, no auditório Coruja da unidade. Na unidade Formoso do Araguaia, no dia 11 de março, ocorreu uma roda de conversa com o tema "Mulheres que Inspiram Mulheres", com a participação de estudantes e servidoras convidadas. Na ocasião, teve leitura de poesia pela professora Carla Elisa Bastos e relatos sobre mulheres que, ao longo da história, inspiraram outras mulheres. As convidadas Luciana Custódio e da Alana Linhares dividiram com as mulheres presentes suas trajetórias de vida, inspirando e incentivando as participantes. 

Momento com mulheres em Formoso do Araguaia

Na Reitoria, na próxima segunda-feira, 9, às 16h, no Restaurante Victória, será realizado um café da tarde, com uma roda de conversa com mulheres que têm histórias de superação, seja profissional, pessoal ou na na área da saúde. Com o tema é a "Força da Mulher", participam para compartilhar suas vivências as mulheres Ana Paula Setti (empresária e presidente da Abrasel - TO) e Lisia Daniella (advogada). 

Comemoração com mulheres da Reitoria

História do 8 de março

O dia 8 de março é o resultado de uma série de fatos, lutas e reivindicações das mulheres (principalmente nos EUA e Europa) por melhores condições de trabalho e direitos sociais e políticos, que tiveram início na segunda metade do século XIX e se estenderam até as primeiras décadas do XX.

No dia 8 de março de 1857, trabalhadores de uma indústria têxtil de Nova Iorque fizeram greve por melhores condições de trabalho e igualdades de direitos trabalhistas para as mulheres. O movimento foi reprimido com violência pela polícia. No dia 25 de março de 1911, cerca de 145 trabalhadores (maioria mulheres) morreram queimados num incêndio numa fábrica de tecidos em Nova Iorque. As mortes ocorreram em função das precárias condições de segurança no local. Como reação, o fato trágico provocou várias mudanças nas leis trabalhistas e de segurança de trabalho, gerando melhores condições para os trabalhadores norte-americanos.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem ao movimento pelos direitos das mulheres e como forma de obter apoio internacional para luta em favor do direito de voto para as mulheres (sufrágio universal). Mas somente no ano de 1975, durante o Ano Internacional da Mulher, que a ONU (Organização das Nações Unidas) passou a celebrar o Dia Internacional da Mulher em 8 de março. (Fonte: Sua Pesquisa)

Nas mídias

Acompanhe as postagens, ao longo das programações, nos perfis das unidades nas mídias sociais: Instagram e Facebook. As imagens e demais informações também serão atualizadas nesta matéria, à medida que as ações forem realizadas! Veja no Portal do IFTO, nos canais oficiais @IFTO.Oficial (Instagram) e na Fanpage do IFTO no Facebook