Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Estudantes do IFTO conquistam medalhas na Olimpíada Tocantinense de Química

Notícias

Estudantes do IFTO conquistam medalhas na Olimpíada Tocantinense de Química

Competição de conhecimento

Com o resultado, as discentes poderão participar da próxima fase da disputa
por Greiciane Souza publicado: 16/04/2021 16h27 última modificação: 16/04/2021 16h27

Estudantes da unidade de Porto Nacional do Instituto Federal do Tocantins conquistaram medalhas na Olimpíada Tocantinense de Química (OTQ) realizada remotamente no último dia 28 de março. A competição é uma ação extensionista do Colegiado de Química do Campus de Araguaína da Universidade Federal do Tocantins e integra o Programa Olimpíadas Nacionais de Química. Na disputa, estudantes do ensino médio de escolas federais, estaduais, municipais e particulares do Tocantins testam seus conhecimentos na disciplina. O resultado foi divulgado na quinta-feira (15), na página do evento.

Maria Paula Oliveira, do curso técnico integrado em Administração, ganhou a medalha de ouro na modalidade A, que reunia os competidores do 1º ano do ensino médio. Ela decidiu participar porque viu na olimpíada uma oportunidade de ganhar experiência e afinidade com a matéria. “A disciplina de Química nunca foi meu forte, mas sempre me esforcei ao máximo para conseguir aprender os conteúdos. Eu dei uma revisada nos assuntos antes da prova, mas foi algo bem breve. Nunca imaginei que iria passar e muito menos que conseguiria uma medalha de ouro”, afirmou. A estudante acrescenta que a conquista da medalha de ouro é um estímulo para se dedicar e representar a instituição nas próximas fases da competição.

Além de Maria Paula, as estudantes de Porto Nacional Luara Vitória e Geovana Almeida, ambas do 1º ano em Administração, também se destacaram na Olimpíada Tocantinense de Química ganhando a medalha de bronze e a menção honrosa, respectivamente.

O resultado da participação dos estudantes é recebido com muita alegria e entusiasmo pela comunidade acadêmica, segundo o professor de química da unidade de Porto Nacional, Argemiro Pedrosa. Ele defende a importância da vivência em competições no estilo da OTQ, como forma de enriquecimento curricular e emocional dos estudantes. “Sempre procuramos incentivar os alunos a participarem da Olimpíada porque eles têm a oportunidade de se aprofundar na matéria e também testar os conhecimentos em uma prova com tempo limitado, o que é bom para se prepararem para o Enem”, argumentou o professor.

O IFTO também conquistou medalhas na OTQ com estudantes das unidades de Araguatins, Colinas do Tocantins, Dianópolis e Gurupi.

Próxima fase

Com o resultado conquistado, as estudantes da unidade de Porto Nacional estão aptas a participarem da próxima fase da olimpíada e poderão representar o Tocantins na Olimpíada Norte/Nordeste de Química e na Olimpíada Brasileira de Química, que serão realizadas nos próximos meses.