Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Estudantes do Campus Palmas conquistam medalhas de ouro, prata e bronze na OBA, OBMEP e OBR

Notícias

Estudantes do Campus Palmas conquistam medalhas de ouro, prata e bronze na OBA, OBMEP e OBR

Campus Palmas

Discentes comemoram a conquista de medalhas de ouro, prata e bronze em importantes olimpíadas escolares nacionais
por publicado: 19/12/2016 16h38 última modificação: 06/07/2017 12h17
Colaboradores: Eliane Vieira

Os estudantes do Campus Palmas, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), Thiago Sousa Bezerra, Arthur Martins de Souza Barreto e Laura Fernanda Gomes Fraga comemoram a conquista de medalhas de ouro, prata e bronze em importantes olimpíadas escolares nacionais.

Thiago, que é estudante do segundo ano do ensino técnico integrado ao ensino médio em Eletrotécnica e, tem 17 anos, ficou em primeiro lugar na 19ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), e garantiu a medalha de ouro na competição, que reuniu estudantes de todo o Brasil. O estudante também garantiu a medalha de prata na 12º Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Thiago comemora as medalhas conquistadas e diz que continuará se preparando para as competições futuras. “São grandes conquistas, mas continuo buscando o ouro”, frisa o estudante que destaca que o conteúdo visto durante as aulas no Campus Palmas foram essenciais em sua preparação. “Me ajudaram bastante, principalmente as disciplinas técnicas, como o desenho técnico por exemplo que usa figuras geométricas”.

Já o estudante Arthur, 3º ano do ensino técnico integrado ao ensino médio em Mecatrônica, de 17 anos, conquistou a medalha de prata na OBA 2016 e a medalha de bronze na Olímpiada Brasileira de Robótica (OBR 2016). O estudante, que coleciona medalhas em olimpíadas escolares, diz que as novas medalhas são fruto do esforço e dedicação que ele tem aplicado aos estudos. “São reflexo também do apoio dos meus pais e de uma vida de altos e baixos, onde nem sempre consegui me sobressair, mas serviram para me instigar a melhorar. Hoje me sinto satisfeito com minhas conquistas, quatro medalhas de bronze, quatro de prata e uma de ouro”, comemora ele.  

Quem também comemora sua conquista é a estudante Laura Fernanda, 3º ano do ensino técnico integrado ao ensino médio em Informática, que ganhou a medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) 2016. Laura, que também tem 17 anos, diz que a OBMEP mudou sua vida. “A OBMEP realmente mudou a minha vida e me fez descobrir uma afinidade grande com as ciências exatas”, ressalta ela, que desde o 6º ano do ensino médio participa da competição.

OBMEP

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e tem como objetivo estimular o estudo da matemática e revelar talentos na área.

OBA

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica é organizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB).

OBR
A Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) é uma das olimpíadas científicas brasileiras apoiadas pelo CNPq que utiliza-se da temática da robótica – tradicionalmente de grande aceitação junto aos jovens – para estimulá-los às carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro.