Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Estudantes da unidade visitam museus de Palmas

Notícias

Estudantes da unidade visitam museus de Palmas

Campus Colinas do Tocantins

Entre os objetivos, estimular o interesse sobre os processos históricos do TO
por Mayana Matos publicado: 17/10/2018 09h00 última modificação: 17/10/2018 09h52

Estudantes do 3º ano do curso técnico em Agropecuária e técnico em Informática do Campus Colinas do Tocantins, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), participaram de atividade prática com visitas a museus em Palmas. 

A iniciativa faz parte do projeto “Instituições Museológicas do Tocantins” que tem o objetivo de estimular o processo de ensino-aprendizagem dos estudantes, de modo a estimular a utilização de diferentes fontes históricas na produção do conhecimento. O projeto é coordenado pela professora de História Keila Maria de Faria. 

A visita foi realizada nos dias 21 e 28 de setembro. As turmas visitaram o monumento "Os 18 do Forte"; assistiram aos vídeos sobre o “Cavaleiro da Esperança” (Luiz Carlos Prestes) e sobre o simbolismo da Praça do Girassol e seus monumentos; visitaram os acervos do Memorial Coluna Prestes e do Museu Palacinho. 

De acordo com o diretor da unidade, Paulo Hernandes, a visita aos museus  "permitiu aos 69 estudantes participantes desenvolver, a partir da documentação museológica, uma análise crítica acerca dos processos socioculturais da História do Tocantins, identificando regularidades/ rupturas, apresentando interpretações e analisando evoluções/retrações ao longo do tempo e da história do país", destacou.

A professora Keila, coordenadora do projeto, também ressaltou semelhantes aspectos acerca da visita. "A proposta objetiva incentivar a criticidade e o desenvolvimento cognitivo dos alunos, a partir dos acervos museológicos, estimulando o contato do alunado com os objetos museológicos, possibilitando-lhes conhecer a própria história (história do Estado do Tocantins), bem como aspectos da história nacional, a Coluna Preste. A visita possibilitou um contato maior com a biografia do principal idealizador da Coluna Prestes, ocorrida na década de 20, bem como o histórico do projeto de criação do atual Estado do Tocantins, cuja idealização remonta ao período colonial”, enfatizou.