Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Estudante indígena realiza pesquisa sobre potencial turístico da Aldeia Boto Velho/Javaé

Notícias

Estudante indígena realiza pesquisa sobre potencial turístico da Aldeia Boto Velho/Javaé

Etnoturismo

Cultura indígena pode gerar renda
por publicado: 23/12/2019 17h08 última modificação: 23/12/2019 17h38
Estudante apresenta TCC

Estudante apresenta TCC

A estudante do curso de Gestão de Turismo, do Campus Palmas do IFTO, Lubederu Mairea Javaé, apresentou neste mês de dezembro os resultados de seu trabalho de conclusão de curso: “Etnoturismo: Um estudo do potencial turístico na aldeia Boto Velho na perspectiva Javaé, TO”. A pesquisa realizada pela estudante teve o objetivo de analisar o potencial da atividade turística na aldeia.

A estudante, que foi orientada pela professora Ana Jaimile Cunha, destaca a importância da pesquisa. “Neste trabalho pude mostrar a minha perspectiva como indígena sobre o funcionamento na minha comunidade. Sobre o turismo e levantar possibilidade de ajudar minha aldeia nessa questão”, destacou Lubederu.

A pesquisa teve cunho exploratório e foi realizada por meio de questionários. “Pudemos verificar que realmente os povos indígenas são rico com suas culturas locais e tradições, mas, claro, sempre falta apoio do poder público para melhorar”, ressaltou a estudante.

Durante o trabalho explicou aos demais membros da aldeia a importância da preservação da cultura e o ganho que a atividade turística pode gerar para a aldeia. “Para organizar o funcionamento de visitas tem de levar assunto sobre o "Etnoturismo" para a comunidade, para que todos compreendam melhor sobre o assunto e com isso possamos desenvolver no Boto Velho essa atividade”, ressaltou.

Entre os resultados apresentados, Lubederu conta que houve grande interesse dos moradores da aldeia no etnoturismo. “Principalmente para venderem seus artesanatos e mostrar a cultura Javaé para os turistas”.

Ao finalizar a estudante ressalta o orgulho de seu povo. “Como indígena tenho orgulho e respeito ao meu povo Javaé. A importância de manter cultura e valorizar nossos costumes para que novas gerações saibam também cuidar da cultura Javaé. Sinto uma satisfação enorme de estar concluindo meu curso de Gestão de Turismo e de poder contribuir com minha aldeia e com outras aldeias também no Tocantins, pois pretendo levar o conhecimento que aprendi para outros povos também.