Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Estudante do IFTO vai à China participar de capacitação junto à Huawei

Notícias

Estudante do IFTO vai à China participar de capacitação junto à Huawei

Oportunidade

Programa oferece oportunidade de desenvolvimento profissional
por Mayana Matos publicado: 26/06/2019 12h00 última modificação: 26/06/2019 12h52

Estudante do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) foi selecionado para o programa Seeds for the future, que tem o objetivo de capacitar os estudantes em um programa de desenvolvimento profissional na China.

Rodolfo Carvalho, estudante do curso de Engenharia Civil, do Campus Palmas, vai conhecer de perto laboratórios localizados na sede global da Huawei, bem como ter contato direto com o desenvolvimento de tecnologias de 5G, LTE e computação na nuvem. O programa Seeds for the Future já capacitou mais de 20 mil estudantes, de 96 países. No Brasil, 50 alunos já participaram do programa desde que foi lançado em 2015, em cooperação com o Ministério da Educação. Além disso, esse é um programa alinhado com os contínuos esforços da Huawei em fomentar o desenvolvimento de projetos de inclusão digital e social nos locais em que opera.

De acordo com a coordenadora de Relações e Assuntos Internacionais do IFTO, Lucélia Ávila Carvalho, foi selecionado um representante de cada região do Brasil (IFTO, IFRJ, IFRN, IFRS e IFMG) para concorrer com outros estudantes de outras instituições de cursos superiores.  Dos Institutos Federais foram selecionados (por currículo) estudante do IFTO e do IFRJ. 

O programa Seeds for the Future já capacitou mais de 20 mil estudantes, de 96 países. No Brasil, 50 alunos já participaram do programa desde que foi lançado em 2015, em cooperação com o Ministério da Educação. Além disso, esse é um programa alinhado com os contínuos esforços da Huawei em fomentar o desenvolvimento de projetos de inclusão digital e social nos locais em que opera. Também foram contemplados três estudantes da USP e um estudante do Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel). 

Seleção

Lucélia esclarece que para os Institutos Federais da região Norte foi solicitado que indicassem um estudante com nota alta em teste de proficiência e com satisfatório índice de aproveitamento acadêmico. O IFTO indicou o estudante por ter esse perfil. Dos quatros Instituto Federais que fizeram indicação (da região Norte), a assessoria internacional do Conif fez um sorteio e o IFTO foi contemplado. Os estudantes ficarão na China entre os dias 11 e 28 de julho.