Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Encontro de Inovação, Ideias e Negócios na Academia traz discussões sobre desenvolvimento local e inovação em pós-graduações

Notícias

Encontro de Inovação, Ideias e Negócios na Academia traz discussões sobre desenvolvimento local e inovação em pós-graduações

Evento

O evento segue até esta sexta-feira, 30, e o público-alvo são alunos, professores, pesquisadores, representantes dos setores produtivos locais.
publicado: 29/09/2016 09h30 última modificação: 20/10/2016 11h32
Colaboradores: Erica Regina Ferreira
Professora do IFPR ministrando a palestra: “Os cursos de especialização 'lato sensu' como promotores de inovação tecnológica nos Institutos Federais”.

Professora do IFPR ministrando a palestra: “Os cursos de especialização 'lato sensu' como promotores de inovação tecnológica nos Institutos Federais”.

Na manhã desta quinta-feira, 29, iniciou, na Reitoria do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), o Encontro Inovação, Ideias e Negócios na Academia, promovido pela Pró-reitoria de Pesquisa e Inovação (Propi), em conjunto com o Comitê de Ética em Pesquisa. O evento segue até esta sexta-feira, 30, e o público-alvo são alunos, professores, pesquisadores, representantes dos setores produtivos locais, e membros de Comitês de Ética em Pesquisas.

O reitor do IFTO, Francisco Nairton; o Pró-reitor de Pesquisa e Inovação do Instituto, Augusto Cesar; e a Diretora de Pós-graduação do IFTO, Erna Denzin, fizeram a abertura do encontro agradecendo aos presentes e palestrantes convidados.

A programação do evento iniciou com a palestra “Transferência do Conhecimento e Tecnologia: o que é, seus tipos e sua importância para o desenvolvimento local”, explanada pelo administrador do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ), Vinicius Von Doellinger. “Esse tema traz um pouco de como a academia pode contribuir no mercado, e vice-versa, além do papel do governo como integrador nesse processo. Minha fala tem a intenção de ser um incentivo à reflexão sobre a integração entre o governo, a academia, e o mercado produtivo. Aqui vamos trocar ideias, ver estudos de caso, e partir para o desenvolvimento de ações”, declarou Vinícius.

Seguindo a programação, às 11h, aconteceu a palestra “Os cursos de especialização 'lato sensu' como promotores de inovação tecnológica nos Institutos Federais”, ministrada pela professora do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Marcia Valéria Paixão. Segundo Marcia, a pós-graduação virou um acumulado de conteúdos, não havendo interdisciplinaridade. “Nos últimos vinte anos, as mudanças em relação às pós-graduações foram muito grandes, as instituições se perderam em meio a tantos conteúdos. Hoje eu gostaria de fazer um resgate do que é pós-graduação, trazer a reflexão sobre as transformações do mundo do trabalho, as novas profissões, o desenvolvimento tecnológico, entre outros aspectos”, disse.

No período da tarde, o encontro continua a partir das 14h30, com a palestra “Preceitos Éticos”, ministrada pela Dra. Maria Mercedes de Almeida; e às 16h30, a palestra “Projetos de Iniciação Científica voltados à criação de negócios”, ministrada pelo engenheiro e coordenador da incubadora tecnológica do CEFET /RJ, Marcelo de Alencar Santana, que também vai explanar o tema “Como implantar uma incubadora de sucesso”, na tarde desta sexta-feira, 30. “O objetivo de trazer este tema é mostrar que a incubadora deve ser gestora de territórios, deve ter ação política dentro da região em que atua, deve ser efetiva em contribuir com pensamento estratégico para os municípios, eficaz em trazer a existência de empresas relevantes para aquela localidade e globalmente. O tema também aborda o sucesso da incubadora em si, que está atrelado ao sucesso da sua região, além do fluxo contínuo dos trabalhos de iniciação científica para dentro da incubadora como projetos de empreendedorismo”, destacou Marcelo.

A programação completa do evento está disponível aqui.