Você está aqui: Página Inicial > Notícias > DTI alerta para mudanças no aplicativo Google Meet

Notícias

DTI alerta para mudanças no aplicativo Google Meet

Reuniões virtuais

Aplicativo perderá algumas funcionalidades
por Mayana Matos publicado: 29/09/2020 15h36 última modificação: 29/09/2020 15h38

Em tempos de pandemia, nunca foi tão necessário o uso de plataformas, aplicativos e serviços que possibilitam a realização de reuniões virtuais. Entre elas, está o Google Meet, comumente utilizado e que, após o dia 30 de setembro, perderá algumas funcionalidades. 

De acordo com Kleyton Matos, diretor de Tecnologia da Informação do Instituto Federal do Tocantins (DTI/IFTO), após essa data, o acesso aos recursos avançados do Meet será alterado. De março a setembro de 2020, todos os clientes do G Suite tiveram acesso gratuito aos recursos avançados de videoconferência do Google Meet, como reuniões maiores, de até 250 participantes por chamada e transmissão ao vivo no domínio e gravação de reuniões no Google Drive. A partir de 30 de setembro, o serviço avançado apresentará as seguintes mudanças: 

-  Número máximo de participantes por reunião passa a ser de 100 pessoas; 
-  A transmissão ao vivo no domínio de 100.000 pessoas não estará disponível; 
- Os clientes do G Suite for Education poderão continuar gravando reuniões até as gravações temporárias ficarem disponíveis no final de 2020. Com as gravações temporárias, qualquer organizador de reunião do G Suite for Education pode gravar e compartilhar uma reunião na organização por até 30 dias.

G Suite (antigo Google Apps) é um serviço do Google, que oferece versões de vários produtos Google que podem ser personalizados de forma independente com o nome de domínio dos usuários.