Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Dirigentes aprovam cronograma do seletivo unificado 2017/1

Notícias

Dirigentes aprovam cronograma do seletivo unificado 2017/1

Codir

Na reunião, foram definidos os horários de aplicação de provas, o peso das questões, entre outros assuntos.
por Maiara Sobral publicado: 30/08/2016 18h45 última modificação: 12/09/2016 17h50

Dando continuidade à terceira reunião extraordinária do Colégio de Dirigentes (Codir), do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), na tarde da última terça-feira, 30, os gestores deliberaram a favor da proposta de cronograma apresentada pelo coordenador do processo seletivo unificado, Saulo Timóteo.

 

Na ocasião, foram definidos os horários das aplicações das provas, a distribuição e peso das questões por área, requisitos para eliminação, dentre outros fatores. Além disso, os dirigentes deliberaram pela constituição de uma comissão central na reitoria e comissões locais nos campi e campi avançados.

 

Segundo o calendário proposto, o edital deverá ser lançado no dia 30 de setembro e ofertará cerca de 2.600 vagas, distribuídas entre os cursos das onze unidades de ensino do IFTO, para ingresso no primeiro semestre de 2017.

 

Quanto ao outro ponto da pauta: alteração da Instrução Normativa (IN) nº 01/2012, que estabelece as normas para remoção dos servidores públicos do IFTO. A presidente da comissão responsável pelas sugestões, Juliana Queiroz, pontuou as principais alterações.

 

Dentre as sugestões estão: disponibilização de todas as vagas para remoção antes da realização dos concursos públicos, revogação do período de carência, previsão de indenização nos casos de remoção via ofício e a instituição do banco de manifestação de interesse do servidor.

 

Com a implementação do banco, as remoções serão feitas em fluxo contínuo, otimizando o processo no âmbito da instituição. Os dirigentes fizeram suas sugestões, que após deliberações, foram alteradas no documento, que será disponibilizado para contribuições da comunidade e posterior aprovação no Conselho Superior (Consup).