Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Curso propõe uma forma diferente de pensar o processo de ensino-aprendizagem

Notícias

Curso propõe uma forma diferente de pensar o processo de ensino-aprendizagem

Capacitação

Professores do IFTO e de outros quatro IFs conhecerão metodologia de ensino adotada por instituições finlandesas
por Thâmara Filgueiras publicado: 12/09/2016 15h30 última modificação: 12/09/2016 18h52
O curso será ofertado em plataforma online e conta com encontros presenciais para compartilhar experiências

O curso será ofertado em plataforma online e conta com encontros presenciais para compartilhar experiências

Já pensou uma aula que trabalhe o processo de ensino com foco no desenvolvimento das competências dos estudantes, em vez de focar nos conteúdos das disciplinas? É com o objetivo de compartilhar uma forma de ensino diferenciada, adotada por países como a Finlândia, que é referência em educação no mundo, que uma equipe de professores de cinco Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, incluindo o do Tocantins, vão realizar um curso com foco nos docentes dessas instituições.

 

No IFTO, a responsável pela realização do curso é a professora Erna Denzin, do Campus Paraíso do Tocantins, que representou o instituto no Programa Professores para o Futuro III, na Finlândia. De acordo com ela, como parte do projeto apresentado para participar do programa Vocation and Education Training (VET, que em tradução livre quer dizer Treinamento Educacional e Vocacional), além de realizar um intenso intercâmbio em uma instituição finlandesa, os professores, ao retornar para seu instituto de origem, devem colocar em prática os ensinamentos adquiridos naquele país.

 

A aplicação prática dos conhecimentos adquiridos na Finlândia vão mobilizar, só no IFTO, mais de cem professores, que participarão do curso “Aprendizagem baseada em problemas e projetos (na sigla em inglês PBL – Problem/Project Based Learning)”. O curso já começou na última segunda-feira, 5, com a disponibilização do conteúdo do curso em uma plataforma online. “O objetivo é que os professores entendam como funciona o aprendizado baseado em problema e em projeto e desenvolvam os conteúdos in loco em suas disciplinas”, explicou Erna, que acrescentou: “como são vários professores de cada campus, a ideia é que eles façam um projeto comum, que envolva interdisciplinaridade, trabalhando vários conteúdos.

 

Sobre essa proposta, Erna explicou que as metodologias ativas trabalham não com foco no conteúdo, mas com foco na competência. “Dependendo daquilo que é exigido, o professor direciona as atividades para que o estudante possa desenvolver a competência, e o conteúdo é uma consequência para o aprendizado da competência”, afirmou.

 

As principais informações do curso, bem como o cronograma de atividades, estão disponíveis no link https://sway.com/8Pcso1YujUZB5QGk. Cada Instituto terá uma agenda específica de encontros presenciais. No IFTO, o primeiro encontro está previsto para o próximo dia 16. A previsão é que o curso se encerre no início do mês de novembro, com uma apresentação dos resultados obtidos pelos participantes em seus campi.

 

O curso

Professores dos Institutos Federais do Paraná, de São Paulo, do Sul de Minas, do Sul-rio-grandense e do Tocantins trabalham em conjunto, cada um responsável por um módulo do curso. No IFTO, os professores Marcos Balduíno e Jaimile Cunha, que também participaram do Programa Professores para o Futuro, na Finlândia, serão colaboradores do curso nos encontros presenciais.