Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Curso finaliza módulo com valorização da cultura surda

Notícias

Curso finaliza módulo com valorização da cultura surda

Libras

por Thâmara Filgueiras publicado: 27/04/2017 17h31 última modificação: 18/04/2018 09h23

 “O curso foi importante para mim, quero continuar. Pretendo trabalhar na área, porque eu me apaixonei mesmo pela Libras, e quero fazer a diferença na vida das pessoas. Depois que eu comecei a fazer o curso, percebi as dificuldades das pessoas surdas, porque antes disso, passava despercebido, eu nem imaginava as dificuldades que eles tinham, pois além de terem que aprender a Língua Portuguesa, eles têm que aprender a língua materna”.

Esse foi o depoimento da professora de educação infantil, Roméria Gomes, durante a solenidade de entrega dos certificados do módulo I do curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras), realizada na manhã da terça-feira, 25, no refeitório do Campus Araguatins, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO).

O curso é fruto do projeto de extensão “Identidade e cultura surda”, elaborado pela equipe do Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas (Napne), do Campus Araguatins, que está inserido na Coordenação de Diversidade.

Durante o momento, José Fernando, que é colaborador do projeto, enfatizou sua felicidade como surdo em contribuir para a realização do curso de Libras, que para ele é uma forma de promover uma melhor convivência social e familiar com os surdos.

De acordo com o coordenador do Napne do Campus Araguatins, William Jhone Ferreira, o curso concentra-se na tradução, interpretação, expressão, cultura e identidade surda, fazendo com que os alunos possam conhecer um pouco mais sobre a cultura surda e suas especificidades, bem como desenvolver atividades práticas de Libras, para que os alunos do curso sejam capazes de desempenhar seu papel na sociedade como indivíduos conscientes sobre a importância do desenvolvimento social.

Na ocasião, foram realizadas palestras sobre inclusão escolar pela diretora de ensino Lucinalva Ferreira, programas e bolsas voltadas aos alunos com deficiência, ministrada pela assistente social Agila Maria Pereira, e pré-natal para evitar doenças e patologias, conduzida pela enfermeira, Polianne Barbosa. A programação contou, ainda, com várias apresentações musicais em Libras feitas por alunos do curso e também por colaboradores.

Para o diretor-geral do Campus Araguatins, Décio Dias dos Reis, que participou da entrega dos certificados, a oferta do curso de Libras foi uma importante conquista para a unidade de ensino, e um passo decisivo no que tange à educação inclusiva.

Napne

O Núcleo foi criado em atendimento ao Decreto 7.611/2011, mas suas atividades vão além do atendimento especializado aos discentes. A atuação do Napne está pautada na articulação entre o ensino, a pesquisa e a extensão, tendo como objetivos contribuir na implementação de políticas de acesso, permanência e conclusão com êxito dos alunos com necessidades específicas e atender esses alunos bem como aos seus professores.

Participação

Participaram da solenidade o coordenador de extensão do Campus Araguatins, Miguel Camargo, o professor Menezes Junior, o presidente do Centro Acadêmico (CA) de Agronomia, Charles Schuster, e a colaboradora do curso de Libras Suélen Sales de Andrade.