Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Comunidade avalia positivamente a realização do I Corell e I Semaletras

Notícias

Comunidade avalia positivamente a realização do I Corell e I Semaletras

Campus Palmas

Participantes destacam a importância dos eventos para a formação dos profissionais em Letras
por Mayana Matos publicado: 23/02/2017 10h47 última modificação: 27/04/2017 09h49

O último dia de programação do I Colóquio Regional de Estudos Linguísticos e Literários do curso de licenciatura em Letras (Corell) e a I Semana de Letras (Semaletras)  do Campus Palmas, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), contou com palestras, conferências e mesa-redondas que trataram de temas como fonética e fonologia, gêneros textuais, historiografia linguística e desafios do ensino em contextos multiculturais.

Nesta quarta-feira, 22, a comunidade aproveitou os últimos momentos de debates e trocas de experiências sobre os processos de formação no âmbito da pesquisa, ensino e extensão na área de Letras. Os participantes avaliaram como positiva iniciativa da unidade. “Gostei muito, achei muito organizado, por ser o primeiro evento. Os alunos estão engajados”, disse a professora Virna Lúcia Cunha de Farais, da Universidade Federal da Paraíba (IFPB), que na ocasião participou da mesa-redonda sobre Literatura, Historiografia e Gênero.

“Recebemos um publico grande. Estamos com professores, pesquisadores e alunos de todas as esferas participando conosco do evento. Está sendo muito importante para nós, pois está trazendo uma demonstração de que toda a comunidade do curso pode trabalhar mais unida, além de ser uma excelente oportunidade de integrar a comunidade acadêmica. Todos estão muito engajados com a participação, e isso melhora cada vez mais a interação”, destacou o professor e presidente da comissão organizadora do evento, Rivadavia Porto Cavalcante.

Quem também gostou da forma como foram conduzidos os trabalhos ao longo do evento foi a professora Cinara Leite Guimarães, também da  UFPB, convidada para participar de mesa-redonda. "As palestras têm uma qualidade muito boa, gostei muito. Os alunos estão participando, e eu acredito que isso seja fundamental, principalmente para apresentar a eles outras reflexões acerca do trabalho com o livro didático, posicionamento em sala de aula, letramento científico, enfim, isso abre a cabeça de um aluno de graduação para até, possivelmente, escolher um tema de TCC e/ou estimulá-los a pesquisa”, enfatizou.

A participação dos alunos foi ressaltada por todos os envolvidos. Para a aluna do 8º período do curso de Letras, Winde Leandro da Silva, as atividades auxiliaram no conhecimento teórico e prático da formação do profissional licenciado em Letras.O evento foi programado com todos os cuidados, e isso é perceptível. A gente pensou em trazer pensadores que pudessem ajudar-nos nesse processo de formação, que discutissem sobre linguística, literatura, e até mesmo a gramática. É um evento para incentivar os professores, que já estão na prática, e nós, estudantes, que podemos ter contato com as teorias e nosso campo de estudo. Está muito completo e interessante, parabéns a todos os organizadores”, afirmou.

A palestra de encerramento discutiu o tema "O desafio do ensino de línguas nos contextos multiculturais" e foi ministrada pelo professor Kanavillil Rajagopalan da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). "O objetivo foi debater a questão da língua e da cultura e como essas duas coisas se relacionam, por conseguinte, como enfatizar a questão da cultura no contexto de línguas. Quero problematizar essa questão à luz do mundo em que estamos vivendo. Antes era muito seguro falar de uma língua em cultura determinada. Agora nós estamos vivendo num período de transculturação", ressaltou acrescentado que o evento foi um sucesso. "As pessoas com maior ou menor grau de envolvimento no assunto estavam engajadas", avaliou.