Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Colégio de Consultoria das Procuradorias Federais se reúne no IFTO

Notícias

Colégio de Consultoria das Procuradorias Federais se reúne no IFTO

Encontro

Entre as pautas que foram discutidas no encontro estavam a emissão de Parecer Referencial para reduzir o volume de demandas às Procuradorias.
publicado: 23/08/2016 00h00 última modificação: 11/10/2016 11h15
Colaboradores: Guilherme Paganotto

Na última quarta-feira, 10, a reitoria do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) foi palco da 4ª reunião ordinária de 2016 do Colégio de Consultoria das Procuradorias Federais junto às Autarquias e Fundações Públicas Federais no Estado do Tocantins. Esta é a segunda vez que os procuradores se reúnem no IFTO, a primeira foi em 2014, e contou com a presença de várias autoridades.

 

Entre as pautas que foram discutidas no encontro estavam a emissão de Parecer Referencial para reduzir o volume de demandas às Procuradorias; o ponto relativo ao excesso de requisições de informação do Ministério Público Federal (MPF) às autarquias; e o método de diagnóstico da demanda de trabalho das unidades da Procuradoria-Geral Federal no Tocantins.

 

Maristela Plessim, procuradora do IFTO, destacou os benefícios para o Instituto por meio da atuação no colégio. “A atuação do Colégio de Consultoria das Procuradorias Federais em parceria com as Autarquias e Fundações Públicas Federais no Estado do Tocantins já se traduz em ganho efetivo para a instituição, tendo em vista a continuidade da análise dos processos de licitação e outros da área meio da instituição, quando dos afastamentos legais da procuradora-chefe da Procuradoria Federal junto ao IFTO”, ressaltou.

 

Colégio de Consultoria

O Colégio de Consultoria foi instituído pela Ordem de Serviço Conjunta nº 1/2014, de 12 de março de 2014, bem como em face da Ordem de Serviço nº 3/2014/PF-TO/PGF/AGU, de 17 de setembro de 2014, com os objetivos de fomentar a eficiente execução das atividades de consultoria e assessoramento jurídicos; promover a integração entre as Procuradorias Federais junto às Autarquias e Fundações Públicas Federais no Tocantins; além de identificar possíveis divergências de entendimento entre as Procuradorias Federais, a fim de promover discussões, seminários e workshops tendentes a multiplicação de conhecimentos e capacitação dos procuradores.