Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Campus Paraíso do Tocantins sedia evento de entrega de título de propriedade para famílias de Santaninha

Notícias

Campus Paraíso do Tocantins sedia evento de entrega de título de propriedade para famílias de Santaninha

COMUNIDADE

O bairro é onde se localiza a unidade do IFTO.
por Lúcia Gomes publicado: 21/10/2021 10h02 última modificação: 18/10/2022 11h54

Dia 20 de outubro, o Campus Paraíso do Tocantins do Instituto Federal do Tocantins sediou evento que marcou a entrega do título definitivo de propriedade de suas terras para os moradores da Vila Santana, distrito em que está localizado a unidade há 14 anos, carinhosamente conhecido por Santaninha.

O evento foi promovido pela Prefeitura de Paraíso do Tocantins. A entrega de títulos faz parte do Programa de Regularização Fundiária Regulariza Paraíso, realizado numa parceria o Poder Judiciário.

Desde que foi implantado na Santaninha, no ano de 2007, a história do Campus Paraíso do Tocantins e a do Setor passaram a se entrelaçar. Moradores puderam estudar e trabalhar na unidade, assim como estudantes e servidores têm a oportunidade conviver e realizar projetos com a comunidade e até de morar na região . Por isso, o diretor-geral da unidade, Flávio Eliziario de Souza, fez questão de que esse momento acontecesse nas dependências da instituição.

Vanusa dos Reis Pereira Barros, foi uma das moradoras que recebeu o documento das mãos do prefeito. Ela, que trabalha há 12 anos no Campus Paraíso do Tocantins como colaboradora terceirizada e mora há 39 na Santaninha, revelou que ficou muito emocionada ao saber que sua moradia não seria mais considerada irregular pelo Poder Público.

Outra colaboradora terceirizada do Campus Paraíso do Tocantins que também participou do evento e recebeu o documento de sua propriedade foi Eurilene Aparecida Silva Souza. "Era um sonho que todo mundo tinha aqui, ter um comprovante que garantisse que nossas casas eram realmente nossas. Agora é. Ninguém toma!", comemorou. Eurilene está há 25 anos morando na Santaninha e desse total 11 anos trabalhando na unidade do IFTO.

"Agora a gente pode abrir a boca para dizer que é nosso", foi o que disse com muita alegria Maria de Fátima Barros de Souza ao ser perguntada sobre o que significava esse momento para ela. Ela também trabalhou por 12 anos no Campus Paraíso e ressaltou que esse evento vai ficar marcado na história das pessoas que moram na Santaninha.