Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Campus Araguatins completa 29 anos

Notícias

Campus Araguatins completa 29 anos

Comemoração

por Kelinne Guimarães publicado: 24/03/2017 18h03 última modificação: 24/03/2017 18h03
Colaboradores: Kelinne Guimarães

Há 29 anos promovendo formação profissional de qualidade e transformando vidas de várias gerações, esse tem sido o papel do Campus Araguatins, do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), que completará mais um aniversário de inauguração no sábado, 25 de março. A instituição, que iniciou suas atividades apenas com parte da sua estrutura concluída, quadro reduzido de pessoal que acumulava funções e com uma turma inicial de apenas de 55 técnicos, conta hoje com 206 servidores, 1293 alunos, 176 terceirizados. Se consolidando, a cada ano, como instituição de ponta no que se refere ao ensino técnico e tecnológico de qualidade.

A unidade oferta cursos técnicos integrados ao ensino médio em Agropecuária e Redes de Computadores e subsequente em Agropecuária e, desde 2009, cursos superiores de bacharelado em Agronomia, licenciatura em Ciências Biológicas e licenciatura em Computação.

História

O Campus Araguatins do Instituto Federal do Tocantins, antiga Escola Agrotécnica Federal de Araguatins (Eafa), possui 29 anos de existência. Foi criado pelo Decreto nº 91.673, em 20 de setembro de 1985, tendo sido inaugurada em 25 de março de 1988. Em 29 de dezembro de 2008, com a sanção da Lei n° 11.892, que instituiu a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e criou os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, a Escola Agrotécnica passou a integrar o Instituto Federal do Tocantins.

Infraestrutura
Com área de 561,8 hectares, o Campus Araguatins possui 84 salas, diversos laboratórios, entre os quais estão sete de Informática; três de Biologia; um de Física; um de Química; um de análise de solo; um de Bromatologia; e um de Microbiologia. Além disso, o campus possui uma biblioteca, que conta com aproximadamente 18 mil livros no acervo; refeitório, onde são servidas cerca de 950 refeições diariamente; bosque; cantina; espaço de vivência; dois prédios administrativos; centro cultural com espaço para o grêmio estudantil e banda de música; centro de treinamento com apartamentos de apoio; alojamento masculino com capacidade para atender 102 estudantes; campo de futebol society; piscina semiolímpica e ginásio poliesportivo.

Destacam-se, ainda, os setores de irrigação, desenho técnico e topografia do Campus. Além das salas de aulas, o campus conta com setores onde funcionam as chamadas vitrines tecnológicas, ou seja, salas de aulas práticas. Esses setores são denominados de UEPs - Unidade Escolar de Produção.