Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Aluno do Proeja é aprovado em universidade federal

Notícias

Aluno do Proeja é aprovado em universidade federal

Conquista

Mesmo cansado, Francisco resolveu se dedicar aos estudos, e hoje comemora o resultado do esforço
publicado: 31/08/2016 15h47 última modificação: 25/10/2016 09h21
Colaboradores: Erica Regina Ferreira

O Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (Proeja) é uma modalidade de ensino destinada a estudantes que não tiveram oportunidade de estudar ou concluir a educação básica na idade própria. No Instituto Federal do Tocantins (IFTO), os cursos integram a educação profissional, propiciando também uma formação profissional para o estudante. O aluno Francisco Gomes, do Campus Palmas, conseguiu ir mais além. Ainda em fase de conclusão do Proeja obteve aprovação, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), no curso de Filosofia, da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

 

Em 2014, Francisco retomou os estudos por meio do Proeja, e não parou mais. Aos trinta anos, trabalhando na área de construção civil, muitas vezes assistiu aula cansado, contudo, movido pelo incentivo dos professores, nunca pensou em desistir. “Eu admiro demais os meus professores, que, além de capacitados, são excelentes pessoas. Cursar o Proeja foi a melhor decisão que tomei. Além das disciplinas escolares, também temos aulas técnicas em manutenção de computadores, e tem sido muito proveitoso”, destacou Francisco.

 

O estudante lembrou que realizou a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sem muitas esperanças de ser aprovado. A coordenadora do Proeja, Elisabete Cunha, foi quem conferiu a terceira chamada do processo seletivo e deu a notícia ao estudante. “Ela me ligou para dizer que eu havia passado na UFT, e foi uma emoção muito grande. Eu não imaginava. Fui pego de surpresa e a ficha ainda não caiu”, disse o estudante.

 

Francisco inicia as aulas na UFT em janeiro de 2017, para que possa concluir seus estudos no Proeja. Sua família e amigos do curso estão organizando a festa de comemoração deste resultado. “Vários professores ainda estão me ligando para me dar os parabéns, e, aos poucos, eu vou assimilando a ideia de que serei estudante da universidade federal”, declarou.

Salvar